O QUE É ESCORBUTO E POR QUE ERA CHAMADO DE DOENÇA DOS MARINHEIROS?

A partir do século XV, países europeus, como Portugal, iniciaram um processo de intenso intercâmbio comercial marítimo com o oriente e exploração das colônias na América. Grandes embarcações com dezenas de marinheiros e militares viajavam por meses, as vezes anos, para fazer as rotas marítimas. Eram viagens perigosas, com tempestades e doenças que poderiam provocar grande número de mortes. Entre as doenças que afetavam a saúde dos tripulantes, havia uma que provocava sangramentos nas gengivas, acompanhado de um intenso e doloroso processo inflamatório de difícil cicatrização, que dificultava a alimentação. Provocava queda dos dentes e morte por infecções. A doença ficou conhecida como o flagelo dos marinheiros , pois, provocou a morte milhares deles durante os séculos XV e XVIII. Esta doença era o escorbuto.

 

A doença começou a ser tratada quando alguns comandantes portugueses e médicos ingleses perceberam que uma dieta que incluía o consumo de vegetais, especialmente, frutas cítricas, como laranjas e limões, revertia rapidamente o quadro clínico do escorbuto. Com o tempo a informação se propagou e um estoque de frutas cítricas tornaram-se um item obrigatório para evitar e tratar a doença durante as viagens marítimas.

 

Além de marinheiros, o escorbuto afetou cruzados, irlandeses durante a fome da batata em 1840, prisioneiros de guerra durante a guerra civil americana e da a guerra franco-prussiana. Em comum, todos passaram por período de desnutrição.

 

No século XX, as ciências médicas descobriram os detalhes da doença. O escorbuto seria uma falha na formação do tecido conjuntivo, especialmente quanto a síntese de colágeno, causada por uma carência de uma vitamina produzida pelos vegetais, a vitamina C ou ácido ascórbico.

 

Uma pessoa adulta, necessita de aproximadamente 1500 mg de vitamina C no corpo, mas todos dias 60 mg são perdidas pela oxidação e pela urina, sendo necessário uma reposição diária pela dieta. A seguir é mostrado uma tabela com a quantidade de vitamina C por porção de alguns tipos de alimentos.

 

A vitamina C foi a primeira vitamina sintetizada artificialmente e passou a ser vendida como suplemento vitamínico pela indústria farmacêutica. Suas propriedades antioxidantes são interessantes para a indústria de alimentos e bebidas, por preservar o sabor e cor natural dos alimentos.

 

Prof. Marco Nunes

Editor do  Nerd Cursos - Biologia

Um portal de materiais de estudos para o Enem e vestibulares

Vitória da Conquista - Bahia - Brasil

Contato: profmanunes@gmail.com