QUAIS AS ADAPTAÇÕES DO MORCEGOS VAMPIROS A SUA DIETA SANGUÍNEA?

 

Os morcegos vampiros são os únicos mamíferos que se alimentam exclusivamente de sangue. A principio poderíamos pensar que o sangue é um alimento completo, capaz de nutrir todas as necessidades de um morcego hematófago, mas isto não é verdadeiro. O sangue é um alimento rico em proteínas, por isto, de difícil digestão, e é pobre em vitaminas. Além disto, o sangue é potencialmente perigoso, pois podem conter agentes causadores de doenças, particularmente alguns vírus. Então, como os morcegos sobrevivem à falta de vitaminas e as potenciais infecções virais?

 

Há muito tempo é conhecido algumas adaptações dos morcegos vampiros ao seu hábito alimentar, como a presença de dentes perfurantes, a capacidade de localizar o fluxo de sangue na pele através da detecção de calor e a presença de substâncias anticoagulantes em sua saliva. Porém, mais recentemente novas descobertas foram feitas. O genoma (material genético) dos morcegos vampiros possuem algumas particularidades, em relação a morcegos que não se alimentam de sangue. Os morcegos hematófagos possuem uma grande quantidade de genes envolvidos com respostas imunológicas e metabolismo de proteínas, explicando a resistências aos vírus e a rapidez com que os morcegos digerem o sangue. Outra nova descoberta é quanto a microbiota intestinal dos morcegos vampiros. A microbiota intestinal dos morcegos vampiros possui um conjunto de bactérias típicas que auxiliam na digestão das proteínas e produzem muitas vitaminas ausentes no sangue das presas do morcego. 

 

Fonte