CARRAPATO, UM PARASITA DISCRETO

 

Os carrapatos são artrópodes da classe dos aracnídeos. A mesma classe das aranhas e escorpiões. São parasitas que sugam o sangue de vários animais, inclusive, humanos. Fazem isso de forma praticamente imperceptível. Picam seus hospedeiros e, a eles, permanecem unidos, no mesmo lugar, por semanas, podendo não ser detectados. Não há dor, coceira, inchaço, coagulação, cicatrização e a resposta imunológica é reduzida. Fixos em uma região fora do alcance visual, podem ser indetectáveis. A discrição dos carrapatos, deve-se as propriedades da sua saliva, um coquetel com mais de 3500 proteínas. Várias, com efeito analgésico, outras, com função anticoagulante, muitas, com efeito anti-histamínicos, outras que impedem a cicatrização e, ainda, há várias proteínas inibidoras das células de defesa. Apesar, de serem estranhas ao corpo, as proteínas do carrapato não desencadeiam uma resposta imunológica eficiente. O sistema imunológico, até é estimulado a produzirem anticorpos específicos contra elas, porém, isto, não se mostra eficiente. Os carrapatos tem uma eficiente estratégia. Como eles possuem várias versões funcionais das proteínas, eles mudam regularmente a constituição proteica salivar, exigindo uma nova resposta imunológica do hospedeiro para a marcação das proteínas.

 

Fonte

Please reload