MAGREZA E OBESIDADE SÃO TRANSMISSÍVEIS

 

Não só magreza e obesidade, como também, algumas doenças metabólicas, como a diabetes, podem ser causadas, pelo menos em parte, por bactérias intestinais. Como assim? No intestino há centenas de espécies de bactérias, encontradas aos trilhões de indivíduos. Várias pesquisas a respeito da microbiota intestinal, vem encontrando uma correlação, entre alguns tipos de bactérias, e o metabolismo corporal, perda e ganho de peso. Algumas espécies de bactérias são mais frequentes e abundantes em organismos obesos, e outras nos magros. E assim, a magreza e a obesidade podem ser transferíveis, através da transferência de bactérias intestinais. Em um experimento envolvendo a transferência de bactérias intestinais de pessoas obesas para camundongos, provocaram rápido ganho de peso nos camundongos. Em outro experimento, bactérias intestinais de pessoas magras foram transferidas para pessoas diabéticas e elas mostraram melhora no funcionamento da insulina. Em outro experimento envolvendo suplementos probióticos, o consumo de uma certa bactéria típica de pessoas magras interferiu no metabolismo dos obesos e provocou uma pequena queda de peso. As pesquisas estão no início, mas parecem ser promissoras na busca de ações que contribuam para o controle do peso.

 

Fonte