DÁ PARA COZINHAR NO ESPAÇO?

Dá! Mas não é uma tarefa fácil, rápida e mesmo segura. Pelo menos, não em um ambiente de microgravidade e hermeticamente fechado, como da estação espacial internacional (ISS). Preparar um simples biscoito seria difícil. Durante a mistura dos ingredientes, farinha, chocolate, fermento e açúcar flutuariam pelo ambiente. Uma solução seria coloca-los em uma caixa de vidro, na qual mãos pudessem ser colocadas em luvas para manipular os ingredientes. Ia dar trabalho! Eles não tenderiam a se agrupar, mas sim ficariam soltos na caixa. Uma solução seria coloca-los em uma caixa com um tipo de prensa, que forçasse a sua aproximação e mistura até formar a massa. A massa estaria pronta. Dividida em pequenas porções, elas deveriam ser colocadas em uma forma e levada ao forno. Outro problema! Em microgravidade, os biscoitos flutuariam dentro do forno. Para mantê-los no lugar uma solução seria coloca-los em formas que podem ser fechadas e fixadas no forno. Agora seria só esperar alguns minutos. Não! Vai demorar mais. Em ambiente de microgravidade os fornos perdem muito da sua eficiência, pois, não há convecção do ar, a tendência de o ar quente subir conforme é aquecido. A solução seria o forno ter ventiladores para forçar a circulação do ar. Agora seria só ligar o forno e sentir o cheirinho se espalhando por toda a estação. Não! Isto não pode! A estação é hermeticamente fechada, não tem janelas para os gases escaparem, então o forno teria que estar em um ambiente fechado com exaustores para levar os gases do cozimento para filtros de ar. Bom algumas horas depois os biscoitos estariam prontos, mas tomara que não esfarelem ao serem mordidos, As migalhas flutuariam e poderiam entupir os filtros de renovação de ar ou mesmo parar dentro dos pulmões dos tripulantes. É! Daria muito trabalho. Deve ser por isto, que após mais de cinquenta anos do homem se aventurando no espaço, toda a comida, ainda, é levada praticamente pronta das cozinhas  da Terra.

 

Fonte

Tags:

Please reload

Featured Posts