AS FORMIGAS DRÁCULA

 

Na natureza, é comum os pais cuidarem muito bem dos seus filhos (prole), providenciando alimento, proteção e abrigo. Mas a formiga Drácula, um gênero de formiga encontrado na África, Ásia e Austrália, cobra um preço alto pela atenção, o sangue, ou mais especificamente, a linfa (hemolinfa) das suas larvas.

 

Formiga Drácula sugando suas larvas. Crédito: Steve Shattuck (flickr.com/photos/steve_shattuck).

 

Vou explicar!

 

Estas formigas constroem o formigueiro embaixo do solo. Dele, saem em direção as árvores para a caça de outros insetos, que são transportados para alimentar as larvas. Bem alimentadas, as larvas são perfuradas pelas mandíbulas das formigas operárias adultas e têm parte da sua linfa sugada. O processo não mata as larvas, deixa uns buraquinhos, mas as larvas geralmente sobrevivem e conseguem evoluir para a forma adulta. Este processo é considerado um canibalismo parental não destrutivo. Parte da linfa será transferida pelas formigas operárias para a boca das formiga rainha, a verdadeira mãe das larvas.