Prof. Marco Nunes

Editor do  Nerd Cursos - Biologia

Um portal de materiais de estudos para o Enem e vestibulares

Vitória da Conquista - Bahia - Brasil

Contato: profmanunes@gmail.com

Se preferir comentar por email.

ROTEIRO DO PODCAST

7 – Crise de Ansiedade

 

Música de Abertura: David Bowie & Mick Jagger - Dancing in Street.

 

Olá estudantes! Sou o professor Marco Nunes e este é um podcast especial do Nerd Cursos, um portal gratuito de materiais de apoio ao estudo para o Enem e vestibulares. O tema deste podcast é um assunto muito importante nestes dias que antecedem o Enem, a crise de ansiedade.

O grande momento chegou. Depois de meses de preparação, na escola e em casa, milhares de exercícios resolvidos, muitas redações, simulados e revisões, finalmente, a temporada de provas começa. É hora de colher os frutos. Brocar nas provas!

 

Mas, está batendo uma ansiedade? Isso é extremamente normal. Mas, algumas pessoas, porém, ficam extremamente ansiosas, sofrem como se o pior cenário fosse acontecer nas provas. E daí, pode aparecer uma CRISE DE ANSIEDADE que é uma reação muito mais intensa.

 

Som de início da aula.

 

Vamos entender o que é a crise de ansiedade, o que está acontecendo no seu corpo neste momento e como diminui-la nestes dias que antecede as provas de vestibulares.

 

Ao fundo você ouve Ansioso de Daniel Dias.

 

A ansiedade tem várias definições: aflição, angústia, medo. Do ponto de vista fisiológico, a ansiedade é uma sensação ou sentimento decorrente da excessiva excitação do Sistema Nervoso consequente à interpretação de uma situação de perigo, muito parecida com o medo. A ansiedade é um fenômeno que pode nos beneficiar, mas uma crise de ansiedade, nos prejudica, pois pode nos imobilizar. Acho que ninguém quer chegar na hora da prova com aquela sensação de pavor total.

 

Quando estamos frente a uma situação ameaçadora, o nosso sistema nervoso autônomo simpático, controla de forma involuntária e inconsciente o funcionamento dos nossos órgãos com músculos liso e cardíaco, bem como as glândulas, de forma a ajustar o funcionamento do corpo a lutar ou fugir do perigo. O sistema nervoso autônomo simpático é ligado por neurônios a maioria dos nossos órgãos, e quando ativado, em situações de perigo eminente, libera nos órgãos grandes quantidades de um neurotransmissor, a noriepinefrina. Daí meu irmão, o corpo acelera.

 

Ao fundo a Música Acelera do DJ Sir-J.

 

A noriepinefrina aumenta a frequência dos batimentos do coração, de modo que seja bombeado muito mais sangue. A noriepinefrina, contrai os vasos sanguíneos da pele, direcionando o sangue extra para o cérebro e músculos esqueléticos, por isto a pele perde a cor normal e fica gelada. A noriepinefrina, acelera a respiração e dilata os brônquios, favorecendo uma maior oxigenação sanguínea dos músculos e sistema nervoso. A noriepinefrina, age no fígado, provocando a quebra do glicogênio em moléculas de glicose, que são lançadas no sangue. A sistema nervoso simpático faz as glândulas suprarrenais descarregarem no sangue adrenalina, o que amplifica em vários órgãos os efeitos da noriepinefrina. A adrenalina, nos músculos favorece a entrada de glicose. Com glicose e oxigênio extras, os músculos começam a ficar tensos e contraídos, se você estiver sentando as pernas podem se tornar saltitantes. É um aquecimento para lutar ou fugir do perigo. Com tanta ação muscular a produção de calor no corpo aumenta, e a noriepinefrina ativa a transpiração para dissipar o calor produzido e o corpo não esquentar e você sente as mãos ficarem molhadas de suor. A noriepinefrina, contrai os vasos sanguíneos que abastecem o sistema digestório, privilegiando o envio de sangue aos músculos e ao cérebro. A noriepinefrina, relaxa a musculatura do esôfago, tornando-se difícil engolir alimentos e água, relaxa a musculatura do estômago e intestino, bem como diminui a secreção dos sucos digestivos, paralisando a digestão. Você sente um peso no estômago.

Com muito sangue abastecendo o cérebro com glicose, oxigênio e adrenalina a atividade cerebral aumenta muito. Os neurônios ficam superativados e liberam grandes quantidades de neurotransmissores, a fim de aumentar o processo de comunicação entre os neurônios, ou seja as sinapses. Está tudo sendo preparado para o cérebro trabalhar com rapidez para lutar ou fugir do perigo.  Mas, se a sensação de ansiedade for muito intensa, o cérebro hiperativo entra em colapso, dificultando a concentração, gerando a famosa sensação de “branco”, até a coordenação muscular pode ficar difícil, dificultando o ato de escrever. É preciso se acalmar, pois essa situação, certamente vai te atrapalhar.

 

Música tranquilo - Thelma Freitas. (editada)

 

Durante a prova ou quando ela acabar você provavelmente vai sentir o corpo desacelerar. Neste momento, estará entrando em ação o sistema nervoso autônomo parassimpático. Ele, normalmente está ligado por neurônios aos mesmos órgãos inervados pelo sistema nervoso autônomo simpático, mas realizando uma função antagônica, ou seja, contrária. O sistema nervoso autônomo parassimpático vai te acalmar. Ele controla os órgãos liberando o neurotransmissor acetilcolina.

Mas, seria muito bom se você pudesse diminuir a excitação autônoma simpática antes de começar a prova e diminuir a sensação de ansiedade. É preciso se sentir tranquilo para render bem!

 

Então, vamos dar uma relaxada?

 

Vamos a um exercício de relaxamento muito simples, que você pode fazer até na sala antes das provas.

Sente-se confortavelmente, deixando a coluna ereta. Junto os dedões dos pés. Agora, feche os olhos e tente relaxar os músculos. Concentre-se na sua respiração. Não pense em mais nada. Feche a boca e só respire pelo nariz.

 

1 - Deixe o ar entrar em seu corpo, enquanto você conta mentalmente e lentamente até três.

 

2- Segure o ar nos pulmões, contando lentamente até três.

 

3 - Solte lentamente o ar, contando até três.  

 

4 - Após a expiração mantenha-se sem ar, contando até três.  

 

Comece tudo de novo e continue repetindo neste ciclo. Sem pressa. Se estiver se sentindo bem, continue respirando dessa forma até o final dessa música. Sempre concentrado na sua respiração.

 

Você está ouvindo Thelma Freitas em Tranquilo

 

Pronto! Se você tiver feito o exercício corretamente, provavelmente vai estar se sentindo mais relaxado e menos ansioso. Você respira lentamente, quando está tudo bem. Quando não está ansioso. Ao respirar desta forma, você passa um recado ao sistema nervoso autônomo simpático. Está tudo bem! Não há perigo! Pode parar de me excitar, deixando o seu sistema parassimpático predominar. Se você sentir um pouco de tontura depois de terminado o exercício, logo passa.

 

Se tiver interesse de fazer este exercício na sala de aula antes das provas, treine nesses dias que as antecedem. Uma vez por dia, para ver como seu corpo responde. Nada de exagerar hein! Quatro minutos está de bom tamanho.

 

O podcast acaba por aqui, mas nossa interação pode continuar em www.nerdcursos.com.br/podcasts. Lá você pode ler o roteiro do programa, ver imagens, acessar links e alimentar o podcast com dúvidas e comentários que podem dar origem a outros programas.

 

Participaram deste episódio: na abertura, David Bowie & Mick Jagger com Dancing in street, durante o episódio, Daniel Dias, DJ Sir-J, Thalma Freitas e eu, o professor Marco Nunes, muito ansioso pelo sucesso de vocês.

 

E para terminar uma mensagem:

 

Que você nunca duvide da força que tem.

Boa prova!

Ligue

Tel: em breve

Contato

 

Siga

© 2015 por NERD CURSOS

  • facebook
  • YouTube Social  Icon